Histórico Esportivo

Gustavo iniciou na canoagem em março de 1986, na cidade de Três Coroas (RS), com 11 anos de idade a convite do irmão Leonardo. Nesse mesmo momento surgiu a Associação Trescoroense de Canoagem (ASTECA) onde o canoísta foi um dos sócios fundadores e embora tenha participado de algumas competições estaduais praticava o esporte muito mais por lazer e prazer. Além disso, o rio Paranhana (“rio que corre ligeiro” traduzido do tupi guarani) que cruza a cidade de Três Coroas, oferecia boas condições para o desenvolvimento do esporte.  

Já em 1988, dentro da canoagem ele conheceu a modalidade slalom, onde o canoísta além de possuir habilidade para descer as corredeiras necessita de técnica para passar pelas portas (obstáculos artificiais que delimitam o trajeto a ser percorrido) e foi aí que Gustavo iniciou sua carreira competitiva. Neste ano ainda, foi campeão Sulamericano na categoria Cadete (até 15 anos) Los Andes/Chile. Em 1989, quando estava com apenas 14 anos venceu seu primeiro Campeonato Brasileiro absoluto (todas as categorias), campeão Sulamericano na categoria Cadete – Três Coroas/Brasil e também iniciou uma série de participações em competições internacionais viajando pela Europa e América do Norte.

Entre os anos de 1989 e 2013 o atleta conquistou vários títulos nacionais e internacionais e também recebeu prêmios de reconhecimento ao seu desempenho no esporte. Em 1990, foi campeão Brasileiro na categoria Júnior e, logo em seguida, campeão Sulamericano na categoria Júnior em San Juan/Argentina. Participou dos Jogos Olímpicos de Barcelona/92, de Atlanta/96, conquistou a medalha de bronze no Mundial Júnior na Noruega, em 1992, primeira da história da canoagem brasileira em Campeonatos Mundiais. Em 1993 finalizou a temporada entre os 25 melhores do ranking mundial no caiaque individual. Ministrou clínicas da modalidade viajando por diversas cidades do Brasil. Integrou a equipe brasileira de canoagem slalom de 1988 a 2013.

Além de disputas de canoagem Gustavo participou de eventos de rafting onde sagrou-se Campeão Brasileiro em 1998 e 2002. Foi treinador da Associação Trêscoroense de Canoagem e da Equipe Brasileira feminina de canoagem slalom.

Foi considerado o melhor atleta da modalidade Canoagem Slalom no “Prêmio Brasil Olímpico” organizado pelo COB nos anos de 2001, 2003, 2005, 2006 e 2007.

Também ministrou palestra para seus patrocinadores e para empresas em atividade de TEAL. Em 2013 conquistou a medalha de ouro nos Jogos Mundiais Master em Turim, na Itália. Foi condutor da Tocha olímpica dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

Confira abaixo os maiores destaques da sua carreira

19 vezes campeão brasileiro absoluto (entre 1989-2010)

Medalha de Bronze – Mundial Júnior (Noruega/1992)

Medalha de Bronze – Panamericano (EUA/2003 e BRA/2007)

5 vezes campeão Sulamericano

2 vezes campeão brasileiro de rafting (1998 e 2002)

Medalha de ouro – Jogos Mundiais Master (Turim/2013)

Escolhido 5 vezes pelo Comitê Olímpico Brasileiro melhor atleta da modalidade no Prêmio Brasil Olímpico (2001-03-05-06-07)

Medalha do Mérito Rio-Grandense (2005)

Medalha de Reconhecimento pela relevante contribuição para o sucesso dos Jogos Olímpicos Rio 2016 concedida pelo Comitê Olímpico Internacional e Comitê Rio 2016

Outros prêmios regionais

Programa Aventura – Episódio Volta a Ilha de Florianópolis (RBSTV RS e SC – 2005)

Comentarista esportivo da canoagem slalom dos Jogos Olímpicos de Atenas-2004 (Globo e Sportv)

Comentarista esportivo da canoagem slalom dos Jogos Olímpicos de Pequim-2008

Comentarista esportivo da canoagem slalom dos Jogos Olímpicos de Londres-2012

Comentarista esportivo da canoagem slalom dos Jogos Olímpicos de Rio-2016 (Sportv)

Comentou Campeonatos Mundiais e Panamericanos entre 2011 e 2015 (Sportv)

Entrevistas durante competições em afiliadas da Globo(RS/PR/SP/GO), Bandeirantes e Record

Responsável pelo Boletim Esportivo Regional (Rádio Amizade – Igrejinha/RS)

Correspondente esportivo do Jornal NH (Novo Hamburgo/RS) durante os Jogos Olímpicos Rio 2016

braytnerHistórico Esportivo